GRUPO ANTITABAGISMO DE SANTO ANTÔNIO DO PLANALTO PROMOVE SEU SEGUNDO ENCONTRO

Postado em 28 de Junho de 2019.

Iniciaram-se os trabalhos de prevenção e tratamento combatendo o tabagismo
em Santo Antônio do Planalto com um estratégia diferenciada neste ano alternando o
horário de realização dos encontros para o noturno 19:00 hs abrindo caminho para as
classes trabalhadoras poderem participar, as quais muitas vezes tem uma jornada de
trabalho com grade de horários incompatíveis com a Unidade de Saúde seja para
retirada de um medicamento ou apoio pelos diferentes profissionais que integram a
equipe de trabalho do Grupo ( Médico, Enfermeiro, Psicólogo e Agentes Comunitários
de Saúde bem como Acadêmicos de Enfermagem e Psicologia ).
Os outros encontros do grupo e saúde consistirão basicamente no trabalho
enfatizando cada uma das fases que se dão após o processo de cessação do tabagismo,
os benefícios da cessação do hábito de fumar, cada um dos participantes deverão ser
orientados a fazer uma balança dos dados positivos e negativos do hábito de fumar e
uma lista de sensações durante as semanas seguintes.
Algumas doenças e distúrbios causados pelo cigarro no quadro abaixo, observa-se que
além do processo patológico que o tabaco ocasiona ele também modifica a imagem corporal e é
coadjuvante no envelhecimento precoce gerando desconforto aos fumantes e às pessoas que os
cercam, sugerindo uma mudança drástica dos hábitos das pessoas tabagista.

Órgãos Atingidos Doenças e Distúrbios Cérebro Derrame Cerebral - AVC/AVCI.

Cabelos - Homens fumantes têm duas vezes mais chances de ficar calvos. Fumantes de longo
prazo têm quatro vezes mais chances de ficar grisalhos prematuramente.
Rosto - Duas vezes mais chances de ter rugas prematuras.
Nariz - O alcatrão diminui a capacidade olfativa.
Boca - Câncer.
Dentes - Duas vezes mais chances de perder os dentes por doenças periodontais.
Laringe - Câncer. Laringite Crônica. Rouquidão.
Pulmão - Câncer (90% dos casos de câncer de pulmão são atribuídos ao fumo). Doenças

pulmonares obstrutivas crônicas (bloqueio progressivo do fluxo de ar dos pulmões devido à
bronquite crônica e enfisema).
Sistema Cardiocirculatório - Aumento da taxa de glicose no sangue e da pressão arterial
devido à descarga de adrenalina no sistema circulatório.
Coração - Principal fator de risco de ataques do coração.
Rins - Insuficiência renal.
Estômago e Intestinos - Os tóxicos da fumaça são dissolvidos na saliva e engolidos, inflamam
o estômago, além de provocar mau hálito, língua pastosa, náusea, perda de peso, prisão de
ventre ou intestino solto, perda de apetite ou fome excessiva.
Bexiga - Risco de câncer 3 (três) vezes maior.
Útero - Câncer cervical. Ossos Mulheres na pós-menopausa têm mais risco de osteoporose.
Tecidos - O progressivo estreitamento dos vasos sanguíneos leva à degeneração dos tecidos
formando úlceras e gangrena, principalmente nos dedos dos pés, o que pode exigir amputação.
Órgãos sexuais masculinos - Intoxicação dos centros nervosos que intervêm na função sexual,
reduzindo a irrigação sanguínea e causando perda da ereção. Intoxicação dos testículos,
diminuindo a produção de hormônios e células fecundantes.
Capacidade Física - Drástica redução da capacidade física e enfraquecimento da musculatura. 
Fonte: AZEVEDO, 2004. p. 74.

Ao final do encontro fora realizado uma técnica de relaxamento onde a
Psicóloga Daniela Pittol interviu e ensinou aos demais integrantes do Grupo a
importância do autocontrole frente à síndrome de abstinência após a cessação do
tabagismo.

© 2017 APNET Informática

>>>