Cuide de sua saúde na transição da primavera para o verão

Postado em 06 de Novembro de 2017.

O clima rigoroso do município de Santo Antônio do Planalto, faz com que muitas pessoas desencadeiam as doenças típicas de cada estação. Cuidados com a saúde podem evitar estes incômodos ao organismo. A médica Lucia Bidel Schwambach afirma que por mais que a fase dos pólens está no fim, a variação de temperatura ainda auxilia no desenvolvimento de pneumonias, resfriados e infecção viral de via aérea superior.

Outras doenças sazonais, como as alérgicas, segundo o médico João Henrique Valença, provocam espirros, coriza e coceira, no caso da rinite. Uma forma de prevenir é arejar o ambiente, para que ocorra troca de ar e entrada de sol, por algumas horas em cada cômodo, ou no quarto. “Outro ponto importante é a eliminar e controlar o mofo, colocar ao sol travesseiros e colchões, e lavar frequentemente cortinas”, conclui o médico João. Lucia lembra ainda que uma forma de evitar os sintomas, é tomar muita água e evitar ambientes aglomerados.

O verão iniciará apenas no próximo mês, mas certos cuidados já devem ser tomados para que a estação não seja de desconforto. “O cuidando nesta época com o mosquito Aedes Aegypti é imprescindível, pois ele é transmissor de muitas doenças, e já está entre nós, mas ainda não está contaminado. A fêmea, por gostar de claridade já circula no nosso meio, por isso a recomendação é muito cuidado com a higiene dos ambientes da sua casa e arredores”, conta Lucia.

Para as crianças, segundo Lucia, a transição das estações pede muito consumo de água filtrada, pois evitará diarreia. A médica conta ainda que a exposição ao sol deve ser controlada, pois o excesso também irá trazer malefícios à saúde. “Usar altos fatores de protetor solar, em bebês a partir de seis meses já pode ser usado fórmulas apropriadas, assim como repelentes. Os idosos merecem os mesmos cuidados especiais que as crianças, além de estar atento sempre a imunidade de cada indivíduo”, relata.

Lucia afirma ainda que no verão, deve ser ingerido mais alimentos frescos e leves, como saladas e frutas. Também evita doenças, os cuidados de higiene na preparação do alimento, deve ser manuseado primeiramente os alimentos que serão ingeridos cru, e apenas depois a carne. “O ideal ainda é usar a famosa tábua de forma individual, uma para a carne, e outra para os outros alimentos, para evitar contaminação do alimento que não será cozido”, disse
A médica enfatiza que no momento do mal-estar, deve-se procurar lugares frescos, não pular refeições, verificar a pressão arterial, antes de qualquer procedimento, e hidratar-se com água, suco ou isotônico. “Alimentar-se e hidratar-se é o mais indicado, além de prestar atenção no calendário de vacinas, independente da idade”, conclui Lucia.


Bruna Foking
Assessoria de Imprensa
Crédito da foto: Bruna Foking

© 2017 APNET Informática