Unidade Básica de Saúde santo-antoniense recebe adequações em 2017

Postado em 09 de Janeiro de 2018.

Os serviços de atenção básica, são aqueles que, idealmente, acompanham a população quando sadia, de modo a evitar doenças, e encaminham o doente a serviços de saúde mais complexos a um médico especialista, por exemplo, no caso de problemas mais graves. No Brasil, eles são comumente oferecidos em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e por equipes do Programa Saúde da Família. A atenção primária é importante porque, quando prestada de formas adequadas, pode impedir o surgimento de quadros sérios, pode evitar, por exemplo, que uma hipertensão descontrolada culmine em um infarto. A pesquisa da Fiocruz mostra que, historicamente, o Brasil encontrou dificuldades em estruturá-la nos municípios menos populosos.

Apesar do ano de 2017, os municípios brasileiros sofreram com a baixa arrecadação, diminuição dos recursos, no município de Santo Antônio do Planalto a gestão preocupou-se em programar melhorias e construir adequações, a fim de maximizar as condições de trabalho da equipe multidisciplinar, além de a excelência dos serviços prestados como a única unidade municipal de saúde.

Em 2017, foram empreendidas muitas reformas e esforços com ajuda da Secretaria de Obras, contabiliza a representante da Secretaria Municipal de Saúde Ana Cristina Candaten. Para prestação de atendimento seguro e com qualidade aos munícipes, foi unificando o piso da Unidade de Saúde, padronizando suas cores, atingindo quatro salas de atendimentos mais o corredor central. Foram instaladas barras de apoio e piso antiderrapante, o qual foi trocado por completo nas escadarias e rampas de acesso. Foi refeita a pintura, afim de conservação do ambiente interno, dando aconchego e beleza à Unidade. Também foi realizada a troca das portas de acesso aos banheiros públicos, facilitando o acesso à cadeira de rodas e apoio logístico em alguma eventualidade (queda de idosos ou tranca da porta).

Mudança com a criação da Sala de Acolhimento, onde os sinais vitais e medidas antropométricas podem ser realizados próximo ao hall de entrada da unidade ao lado dos consultórios médicos, facilita o acesso do usuário. Com a troca da sala da Farmácia, foi possível criar a farmácia municipal centralizadora dos insumos e medicamentos. Isto disponibilizará um amplo espaço para guarda e proteção dos insumos contra umidade, poeira ou luz solar. Pois este ambiente possui um espaço físico apropriado para a destinação e guarda dos medicamentos, o que preservará sua integridade. Outra melhoria neste setor foi à colocação de sistema de senha onde o usuário retira seu número e pode aguardar em assento a espera até ser chamado.

Também foi realizada a criação da Sala dos Agentes Comunitários de Saúde, onde os mesmos podem se reunir para digitar sua produção no ESUS eletrônico, além da realização de reuniões e informes, e guarda do material de trabalho para realização dos Grupos de Saúde ao longo do ano.

Reforma e Padronização em consonância a Vigilância em Saúde Municipal a Sala de Esterilização, com troca do piso, reboco e pintura de paredes, troca de lâmpadas e mobiliário completo e sob medida, a fim de qualificar o serviço de limpeza e esterilização dos materiais e equipamentos de saúde envolvidos no cuidado aos pacientes.

Ainda pode-se adequar e corrigir a calçada dos fundos da unidade, realizado alguns cuidados com o pátio e arrumação do telhado, onde uma infiltração estava causando danos ao patrimônio. Construído um abrigo ao compressor de ar comprimido, dando segurança tanto aos usuários, como ao equipamento. O setor da Lavanderia também foi reformado com troca do piso e pintura.
A sala do psicólogo também foi remodelada, com aquisição de mobiliário acolhedor, cadeiras confortáveis, tapete, espelho, livros, família terapêutica, brinquedos e jogos pedagógicos, afim de enriquecer as condutas e avaliação das profissionais que ali prestam seus cuidados.

Também se investiu em recursos humanos, contratando mais uma médica Clínica Geral, com 40 horas semanais, a fim de suprir qualquer eventual demanda reprimida da população. Isto alcançará o patamar de médicos em todos os horários atendendo dentro da Secretaria de Saúde. Ampliou-se também o serviço de Fisioterapia dentro do município, onde foi suplementado mais 16 horas o trabalho da fisioterapeuta, diminuindo fila de espera.

Capacitação a todos os motoristas e Enfermagem com curso presencial de APH um curso avançado em primeiros socorros de capacitação ao atendimento Pré-hospitalar “Emergency Medical Response”. O curso contou com 21 horas de aulas teóricas, práticas e avaliações sobre primeiro atendimento hospitalar (APH), com práticas em cenários reais e com instrutores credenciados a American Safety & Health Institute.

E para 2018, as conquistas continuarão, em busca do melhor atendimento e informação à comunidade, imprescindível na prevenção, e tratamento para todos.

© 2017 APNET Informática