Grupo de Gestantes

Postado em 04 de Julho de 2018.

A gestação é onde tudo começa, as primeiras sensações e experiências que o ser humano vivencia e às quais é exposto acontecem no útero, um momento mágico para a mulher que por alguns meses se doa inteiramente a um outro ser, é a primeira lição de altruísmo da criatura humana.
Consciente disso, da complexidade biológica, psicológica e emocional que envolve toda a gestação, a responsável pela Secretaria Municipal de Saúde de Santo Antônio do Planalto Ana Cristina Candaten e a coordenadora do Grupo de Gestantes Nutricionista Nancy M. F. do Nascimento tem investido grande afinco no Grupo de Gestantes.
Os encontros do Grupo acontecem uma vez por mês, sempre na última quinta-feira à tarde, aonde as gestantes são recebidas pela coordenadora Nutricionista Nancy M. F. do Nascimento, passando para um momento com profissional da UBS e depois recebem um lanche equilibrado e adequado para esse público. A nutricionista coloca que até no lanche se tem uma oportunidade de aprendizado, desde que seja voltado adequadamente ao público que foi direcionado.
Este ano nossas gestantes já tiveram momentos visitando a maternidade do Hospital de Caridade de Carazinho, aprenderam alongamentos para diminuir dores com a fisioterapeuta Liege, conversaram e trocaram experiências sobre amamentação com a nutricionista Nancy, fizeram fotos para o book oferecido exclusivamente para as participantes do grupo, e recentemente, no dia 14 de junho, tiveram um momento especial com seus companheiros.
Na quinta-feira à noite, as gestantes e seus companheiros tiveram um momento com a psicóloga Valeska Walber, que veio trazer algumas reflexões sobre a atenção à mulher/à gestante, no que se refere a relação estabelecida tanto com a gestação quanto com a mãe. A psicóloga colocou que se deve sempre parar para avaliar como as relações estão sendo estabelecidas, pois alguns estudos mundiais vêm mostrando que o comportamento do ser humano durante a vida, começa a ser determinado na sua vida intrauterina. Também trouxe o fato de que a prevenção da violência na sociedade depende de iniciativas como essa, aonde a discussão sobre a forma de lidar, tratar e construir relações podem fazer a diferença na vida de uma pessoa.

Crédito das fotos: divulgação

© 2017 APNET Informática